25 julho, 2006

Dependência


Para as mães que esperam
por seus filhos que nascem
crescem,
adolescem
e não se vão,
todo meu espanto
e minha resignação.

4 comentários:

Sérgio Ribeiro disse...

A espera, vivemos esperando e transferindo para as pessoas que estao ao nosso redor desejos, vontades e sonhos que por algum motivo nao vivemos, mas ser mae como foi colocado deve ser uma mistura de desejos esperancas e angustia.

Odair disse...

simlismente Cecilia

Odair disse...

simlismente Cecilia

Anônimo disse...

simplismente minha amiga Cecila