27 fevereiro, 2008

Nosso encontro

Na poesia te encontro.
Minhas palavras correm para o sonho,
onde sempre te esperei.

2 comentários:

Anônimo disse...

Hoje sonhei com você. Era quase hora de acordar. Levantei meio tonto, e percebi que nunca vou me curar desse amor que me embriaga.

chou disse...

Gostaria de acariciá-la com minhas palavras, aquecer-te com poesia, adoçar suas noites e colorir os seus dias.
Esquecerei as forjas da lei para banhar-te de prazer e de prazer ser banhido.