14 janeiro, 2008

Olhos fechados

Quando eu menos esperava,
você me disse que iria embora...
Eu fechei meus olhos para não vê-lo partir,
pra poupar o coração e a alma.
Mas um dia cansei da cegueira
e abri meus olhos.
Vi que não estava por perto.
Procurei por toda parte.
Procurei por suas lembranças,
pouca coisa eu achei.
Quase acreditei que você havia mesmo partido.
Mas não foi.
Sei que não foi.
Eu não vi.

4 comentários:

Ricardo Rayol disse...

Uma perigosa auto-ilusão essa.

Cecilia Egreja disse...

A poesia é a ilusão.
Poesia, apenas poesia...

Dico Ribeiro disse...

PQP!!! Como você escreve bem! Essa me tirou o fôlego...
Te mandei um e-mail com umas novas.
Beijos Dico

Pat disse...

Lindooooo!!!
Beijos Pat